Perguntas frequentes

O que é a Terapia Física Vascular BEMER?


A Terapia BEMER é indicada para o alívio de incômodos causados por uma microcirculação prejudicada em consequência de fragilidade vasomotora. O propósito do uso dos dispositivos de Terapia BEMER é o aumento da frequência limitada de contração dos vasos sanguíneos pré-capilares pequenos e muito pequenos (< 100 μm), de modo a melhorar a distribuição do sangue na rede capilar da microcirculação.




O que se entende por microcirculação?


A microcirculação é a parcela do nosso sistema circulatório que assegura o suprimento de cada célula do nosso organismo por meio de um fluxo sanguíneo adequado, com oxigênio e nutrientes necessários.
Ao mesmo tempo, a microcirculação é responsável pela retirada de produtos finais do metabolismo, tais como dióxido de carbono.

Tal como a palavra "micro" sugere, tratam-se de vasos extremamente pequenos uma vez que nossas células também são muito pequenas (as células do nosso corpo não são visíveis a olho nu). Portanto, temos em nosso corpo uma gigantesca rede de vasos sanguíneos diminutos, que podem ser até 4 vezes mais finos que um fio de cabelo.
A microcirculação constitui-se de diversas estruturas: minúsculos vasos sanguíneos (arteríolas, capilares, vênulas), vasos linfáticos primários (em formação) e espaço intersticial (espaço entre os vasos sanguíneos, células e vasos linfáticos).




Por que a microcirculação é tão importante para a saúde e o desempenho da pessoa?


Evidências científicas confirmam que a saúde e o desempenho de um ser humano dependem de modo decisivo de uma microcirculação funcional.
Em todas formas superiores de vida, o suprimento de oxigênio e nutrientes e informações vitais para as células via hormônios e neurotransmissores, a retirada de "produtos residuais", a defesa imunológica e muitas outras coisas são reguladas pela circulação sanguínea.
A capacidade de desempenho e a funcionalidade de cada uma de nossas células, músculos, órgãos, glândulas, sistema imunológico, etc., tudo depende de um abastecimento e descarte otimizado através da microcirculação.




Porque a microcirculação prejudicada leva a  diminuição do desempenho e pode causar envelhecimento precoce e  doenças?


Uma microcirculação comprometida pode levar à falta de energia nas células, devido a insuficiência no suprimento e limpeza resultantes. Inicialmente isso resulta na redução de desempenho e, mais tarde, no mal funcionamento das células afetadas. Quando muitas células de um órgão ou de um tecido são afetadas, surgem os sintomas correspondentes que podem ser definidas como doenças.
Células deficientes de energia não podem desempenhar sua função completamente. A maioria das células tem determinada vida útil, ao final da qual são renovadas. Células com falta de energia morrem precocemente.
Até nossos glóbulos brancos, e consequentemente a eficácia do nosso sistema imune dependem diretamente da microcirculação e do estado energético dessas células.




Quais são as principais causas de distúrbios  na microcirculação?


As causas dos distúrbios circulatórios, baixo desempenho, envelhecimento precoce e adoecimento das pessoas nos países industrializados ocorrem principalmente devido ao estilo de vida.
As condições de vida do homem ‘civilizado’ na medicina muitas vezes são apresentadas como fatores de risco. Portanto, falta de exercício, sobrepeso (alimentação inadequada), estresse psíquico e o aumento da poluição ambiental levam a um comprometimento da circulação e desse modo, tornam-se a principal causa do envelhecimento precoce e o desenvolvimento de doenças.




Por que a Terapia Física Vascular pode ser usada nos casos de doenças?


A Terapia BEMER melhora o fluxo sanguíneo, ou seja, a circulação, por meio do fortalecimento da microcirculação de modo que os efeitos se tornam perceptíveis. Apresenta efeitos benéficos fundamentais no alívio das condições patológicas. Sem uma microcirculação com funcionamento adequado não haverá cura ou esta será muito difícil.
A Terapia BEMER é uma medida complementar, que auxilia o rendimento e os mecanismos de auto cura do organismo. Ao mesmo tempo, constitui a base para que, tanto os tratamentos médicos convencionais quanto os procedimentos da medicina natural sejam mais efetivos. Isso representa a complementação ideal para todos os procedimentos terapêuticos conhecidos.




A Terapia BEMER pode curar doenças?


A Terapia Física Vascular não é uma terapia específica para doenças. Por seu mecanismo de ação na microcirculação, com a melhora do suprimento e retirada de resíduos das células, as mesmas voltam a produzir e a disponibilizar mais energia e assim retomam suas funções (produção) com maior vitalidade. Por meio desse "aumento de produção" e consequente maior oferta de produtos celulares o organismo pode reativar a regulação circulatória. Portanto, o organismo ajuda a si próprio e promove a cura.




Porque recomendamos a Terapia Física Vascular?


A Terapia BEMER é indicada para auxiliar o tratamento de condições causadas por, surgidas em conjunto, ou provenientes de complicações da microcirculação comprometida, devido ao movimento vasomotor prejudicado.




Existem estudos científicos sobre a Terapia Física Vascular?


Sim. Ao longo dos anos, a Terapia Física Vascular tem sido cientificamente estudada tendo como foco uma variedade de questões, e os resultados foram publicados.
Por meio desses trabalhos científicos e seus resultados foi possível se alcançar a certificação como "Terapia Física Vascular", e a criação e o estabelecimento de uma nova forma de terapia vascular.
A partir disso, a "Terapia Física Vascular" estabeleceu um novo padrão que foi reconhecido pela certificação nacional e internacional, e cujas indicações listadas no item - "Porque recomendamos a Terapia Física Vascular BEMER?" - foram comprovadas.
Atualmente o banco de dados científico inclui mais de 500 páginas de estudos científicos relacionados a amplo número de aplicações nas quais a "Terapia Física Vascular" comprovou seu efeito coadjuvante e sua eficácia. Até agora foram publicados 3 livros, 12 estudos listados pela PubMed e cerca de 50 outros artigos.




Por que a Terapia Física Vascular está sendo cada vez mais recomendada pelos médicos?


  • Atua em uma das principais causas de doenças (circulação deficiente e falta de energia) e apresenta efeitos relevantes no tratamento (melhora da qualidade de vida, capacidade de desempenho).
  • Sustenta inúmeros mecanismos essenciais de autorregulação (portanto, age em largo espectro).
  • Com o uso permanente não se constataram efeitos colaterais nocivos à saúde.
  • Pode ser usada para aumentar o desempenho pela regeneração mais rápida do estresse físico e/ou intelectual, no tratamento complementar de doenças e na cura mais rápida de feridas e lesões de ossos.
  • Pode ser facilmente combinado com qualquer outro método de tratamento. Pode potencializar o efeito de medicamentos e levar a uma diminuição da dosagem de medicamentos em uso.
  • Pode ser eficaz nas situações em que os tratamentos convencionais não mais demonstram qualquer resultado (nos chamados casos intratáveis).
  • Sua eficácia é cientificamente comprovada.
  • Seus mecanismos de ação são fundamentados na prática e na teoria e se mostraram eficazes ao longo de muitos anos de aplicação na prática clínica.
Na tecnologia BEMER os dispositivos BEMER PRO/CLASSIC são testados e aprovados como equipamentos médicos. Ao longo de mais de 15 anos de pesquisa e desenvolvimento, a Terapia Física Vascular foi a primeira a ser mundialmente certificada como Terapia Física Vascular válida e demonstrou cientificamente seus efeitos positivos sobre a microcirculação comprometida.
É apropriada tanto para médicos especialistas quanto para o consumidor final.
A Terapia Física Vascular é uma forma terapêutica que age diretamente sobre a microcirculação prejudicada, sem estar limitada a essa condição.




Existem interações possíveis da Terapia Física Vascular  com outros medicamentos ou terapias?


Como em qualquer terapia de alta potência, sob determinadas circunstâncias podem ocorrer interações. Por isso recomendamos que antes do uso da Terapia BEMER, sejam avaliados presença de distúrbios, sintomas ou doenças por um médico/terapeuta.
Na presença das seguintes condições, o médico deve ser consultado antes do uso da Terapia BEMER:
Febre de origem não definida
Doenças infecciosas
Graves alterações do ritmo cardíaco (arritmias)
Psicoses graves
Convulsões (p. ex. epilepsia)
Uso prolongado de beta-bloqueadores
Uso prolongado de corticóides
Uso prolongado de derivados da cumarina (anticoagulantes)
Não são conhecidas interações da Terapia BEMER com anticoagulantes tais como aspirinas, ou medicamentos não esteroidais como Diclofenaco, ou alguns redutores de pressão arterial como antagonista de cálcio e antagonistas de receptores de angiotensina.




Posso usar a Terapia BEMER mesmo com implantes metálicos, ou devo antes consultar meu médico?


Em virtude da baixa intensidade do campo magnético usado para a transmissão do sinal típico do Sistema BEMER, a Terapia BEMER pode ser usada em presença de todos os implantes metálicos (parafusos, placas, clips de sutura, etc).




A Terapia Física Vascular pode ser aplicada em pessoas com implantes eletrônicos?


Os campos eletromagnéticos usados nos aparelhos da Terapia BEMER não provocam disfunções em marca-passos ou desfibriladores, nos casos em que estes dispositivos correspondem às normas europeias e são utilizados em obediência às respectivas instruções de uso.




Posso usar a Terapia Física Vascular sem restrições na gravidez, em tumores ou doenças graves?


Em caso de gravidez, tumores e todas as doenças graves que necessitam de medicamentos e tratamento médico contínuo, a aplicação suplementar da Terapia Física Vascular deverá ser discutida com o médico responsável.




A Terapia Física Vascular pode ser ministrada em caso de AVC recente ou logo após sua ocorrência?


O uso da Terapia Física Vascular logo após um AVC depende do tipo do acidente vascular cerebral ocorrido. Em tais casos, o médico responsável deve ser informado e consultado.
Em caso de AVC pré-existente, o uso da Terapia Física Vascular depende principalmente dos medicamentos prescritos. Pelas evidências atuais, a Terapia Física Vascular pode ser utilizada sem problemas na maioria dos casos. Por favor, consulte o médico responsável pelo tratamento.




A Terapia Física Vascular pode ser usada em oclusões devido a coágulos sanguíneos ou trombose?


Sim, mas após consulta ao médico responsável pelo tratamento, uma vez que pode ser necessária a readequação de doses dos medicamentos em uso.




A Terapia Física Vascular pode desintegrar calcificações vasculares?


As calcificações em geral estão firmemente aderidas à parede do vaso e são muito endurecidas. Pelo estado atual de conhecimento, estas não podem ser dissolvidas pela Terapia Física Vascular.
Entretanto, pequenos coágulos podem ser causados pelo fluxo sanguíneo prejudicado através de calcificações maiores (carótida, aorta...), nas bordas do estreitamento dos vasos. Estes, em sua maioria, são tratados com uma terapia medicamentosa anticoagulante. Nesses casos, consulte seu médico antes de iniciar a terapia.




Pode ocorrer sudorese intensa durante a aplicação do Programa Sono?


Cada usuário reage de forma diferente aos efeitos da Terapia Física Vascular.
O Programa Sono promove um aumento e melhora do fluxo sanguíneo para os principais órgãos responsáveis pelo metabolismo noturno. À medida que cada vez mais ocorrem os processos metabólicos e de excreção durante a noite, pode ocorrer um aumento da transpiração. Isso pode ser explicado pelo aumento da desintoxicação do organismo.




Podem ocorrer efeitos colaterais no uso da Terapia BEMER?


Como efeitos colaterais entendemos manifestações simultâneas não desejadas, tais como alergias, sangramentos, etc. No uso a longo prazo, nenhuma ocorrência efeitos colaterais nocivos foi reportada.
Tal como em qualquer terapia de alta eficácia, podem ocorrer interações em determinadas circunstâncias. Por isso, recomendamos que antes do uso da Terapia BEMER o médico responsável avalie os distúrbios, sintomas ou doenças pré-existentes.




A Terapia Física Vascular promove o crescimento de tumores?


Um tumor é uma célula corrompida, cujo metabolismo é diferente do das células saudáveis. Em experimentos com animais ficou provado que o dispositivo BEMER não promove o crescimento tumoral. Nos dias atuais, após décadas de uso e milhões de aplicações não se apresentou nenhum evento.




Uma doença pode se agravar apesar do uso da Terapia Física Vascular?


A Terapia BEMER auxilia a autorregulação e a autocura do organismo. Entretanto, isto só é possível se todas as outras substâncias necessárias estejam adequadamente disponíveis (nutrientes, vitaminas, minerais, microelementos, etc.).
Caso estas substâncias não estejam presentes em quantidades suficientes, podem ocorrer sintomas de deficiência (a falta de magnésio pode provocar cãibras nas panturrilhas, a falta de cálcio causa cãibras nos braços ou arritmias cardíacas, etc.). Tais deficiências podem obviamente não ser solucionadas pela Terapia Física Vascular.
Se o organismo estiver sobrecarregado com toxinas (metais pesados, ácidos, etc.), podem haver reações de excreção. Portanto, a excreção de tais substâncias deve sempre ser auxiliada por outros meios, em especial o consumo suficiente de água não gaseificada.
Com a melhoria da condução saltatória dos nervos é possível, em alguns casos, que dores sejam sentidas subjetivamente de forma mais intensa. Isto não é motivo para interromper a terapia, pois é indicação de efeito positivo.
Em enfermidades graves, em conjunto com o médico responsável pelo tratamento deve ser consultado um profissional com experiência na Terapia Física Vascular ou o serviço de consultoria médica, antes do início da utilização.




A Terapia BEMER é reconhecida pela medicina convencional?


A medicina convencional permanece dominada por uma lógica mecânico-química (cirurgia e tratamentos medicamentosos). No entanto, a Terapia Física Vascular já é parte integrante dos tratamentos convencionais como medida complementar.




A Terapia Física Vascular pode ser aplicada de forma segura durante o tratamento com medicamentos anticoagulantes, tais como Marcoumar ou Varfarina (derivados cumarínicos)?


Para pacientes em uso regular de anticoagulantes e antiagregantes plaquetários, recomenda-se o monitoramento rigoroso dos fatores de coagulação pelo médico responsável pelo tratamento, já que a Terapia BEMER pode intensificar ou reduzir os efeitos desses medicamentos.
O médico responsável deve ser informado para realizar os ajustes necessários na dosagem dos medicamentos.




Quando a Terapia Física Vascular não deveria ser usada? Existem contraindicações?


Todo transplante de órgãos ou células (p. ex. transplante da medula óssea) em que é realizada terapia supressora imunológica como conduta, representa uma contraindicação absoluta para a aplicação da Terapia BEMER. O organismo reconhece os transplantes (órgão e células estranhas) como agentes invasores e estranhos ao organismo, e tenta livrar-se deles (reação de rejeição). Portanto, o sistema imunológico deve ser suprimido com medicamentos. A Terapia Física Vascular fortalece o sistema imunológico, o que é indesejado nesses casos.