A importância do sistema imunológico no combate de enfermidades

Para viver bem é preciso estar saudável e isto inclui o bom funcionamento do sistema imune, que protege o nosso corpo de infecções e afasta o risco de gripes, resfriados, distúrbios e doenças. Mas não é fácil fortalecer o sistema imunológico, é preciso cultivar hábitos saudáveis, dormir bem, ter uma dieta alimentar equilibrada e praticar exercícios físicos. Ainda em relação a melhora da imunidade, a BEMER Brasil defende que a microcirculação prejudicada está relacionada com múltiplas doenças como trombose, dores crônicas e nas costas, fibromialgia, diabetes, fadiga, estresse, insônia, reumatismo, distúrbio arterial periférico, polineuropatia, entre outras enfermidades.

Terapia BEMER no combate de enfermidades - Foto: Pixabay


No caso do Coronavírus, o Ministério da Saúde diz que as recomendações de higiene são a melhor forma de se proteger, mas que a imunidade alta também ajuda o organismo a se defender da Covid-19. A terapia BEMER alivia os incômodos causados por uma microcirculação prejudicada, melhorando a distribuição do sangue na rede capilar.


A moradora de Brasília (DF), Maria Rodrigues, por exemplo, conta como foi o tratamento do marido dela contra o Coronavírus. Ele chegou a apresentar quadro de opacidade nos dois pulmões e conseguiu se curar sem o uso da hidroxicloroquina. O diferencial, segundo o relato, foi a desinfecção das superfícies e utensílios domésticos que ele utilizou durante o isolamento, associada as sessões de terapia BEMER desde a positivação da doença.


“Meu marido teve febre baixa e cansaço nos dois primeiros dias após o diagnóstico de Covid-19. Já as dores nas pernas e no peito persistiram por vários dias e a tosse, até o fim do tratamento. Ele usou o colchão BEMER (BBody) duas vezes ao dia, com sessões de 20 minutos, para assegurar a cobertura de 24h na vasomotricidade e utilizou o BPad – função P2 -, muitas vezes ao dia sobre o pulmão até estar curado da doença”, lembra.


No início da pandemia, o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, afirmou que a Covid-19 estava demonstrando como as pessoas com doenças pulmonares e sistemas imunológicos debilitados podiam ser vulneráveis. A fala está em uma reportagem sobre o Dia Mundial da Tuberculose, celebrado em março. Portanto, o momento é ideal para permanecer saudável e manter um sistema imunológico fortalecido.


A empresa BEMER entende que o desempenho, funcionalidade e saúde de cada uma de nossas células, dependem delas serem supridas com oxigênio e nutrientes. A retirada de resíduo metabólico por elas produzidos também é de enorme importância. Para que estes processos ocorram sem restrição, é necessário que o fluxo sanguíneo na microcirculação seja bom. A Terapia Física Vascular BEMER foi desenvolvida para estimular de forma efetiva a microcirculação, pressupondo assim, um suporte para os mecanismos de regulação do corpo humano. A BEMER Brasil é responsável pela divulgação da tecnologia no país, bem como a distribuição dos equipamentos.


O que se entende por microcirculação?

A microcirculação é a parcela do nosso sistema circulatório que assegura o suprimento de cada célula do nosso organismo por meio de um fluxo sanguíneo adequado, com oxigênio e nutrientes necessários. Ao mesmo tempo, a microcirculação é responsável pela retirada de produtos finais do metabolismo, tais como dióxido de carbono.


Tal como a palavra "micro" sugere, tratam-se de vasos extremamente pequenos uma vez que nossas células também são muito pequenas (as células do nosso corpo não são visíveis a olho nu). Portanto, temos em nosso corpo uma gigantesca rede de vasos sanguíneos diminutos, que podem ser até 4 vezes mais finos que um fio de cabelo.

A microcirculação constitui-se de diversas estruturas: minúsculos vasos sanguíneos (arteríolas, capilares, vênulas), vasos linfáticos primários (em formação) e espaço intersticial (espaço entre os vasos sanguíneos, células e vasos linfáticos).


Por que a microcirculação é tão importante para a saúde e o desempenho da pessoa?

Evidências científicas confirmam que a saúde e o desempenho de um ser humano dependem de modo decisivo de uma microcirculação funcional. Em todas formas superiores de vida, o suprimento de oxigênio e nutrientes e informações vitais para as células via hormônios e neurotransmissores, a retirada de "produtos residuais", a defesa imunológica e muitas outras coisas são reguladas pela circulação sanguínea. A capacidade de desempenho e a funcionalidade de cada uma de nossas células, músculos, órgãos, glândulas, sistema imunológico, tudo depende de um abastecimento e descarte otimizado através da microcirculação.


Uma microcirculação prejudicada diminui o desempenho e causa envelhecimento precoce e doenças?

Uma microcirculação comprometida pode levar à falta de energia nas células, devido a insuficiência no suprimento e limpeza resultantes. Inicialmente isso resulta na redução de desempenho e, mais tarde, no mal funcionamento das células afetadas. Quando muitas células de um órgão ou de um tecido são afetadas, surgem os sintomas correspondentes que podem ser definidas como doenças.

Células deficientes de energia não podem desempenhar sua função completamente. A maioria das células tem determinada vida útil, ao final da qual são renovadas. Células com falta de energia morrem precocemente. Até nossos glóbulos brancos, e consequentemente a eficácia do nosso sistema imune dependem diretamente da microcirculação e do estado energético dessas células.


Quais são as principais causas de distúrbios na microcirculação?

As causas dos distúrbios circulatórios, baixo desempenho, envelhecimento precoce e adoecimento das pessoas nos países industrializados ocorrem principalmente devido ao estilo de vida. As condições de vida do homem ‘civilizado’ na medicina muitas vezes são apresentadas como fatores de risco. Portanto, falta de exercício, sobrepeso (alimentação inadequada), estresse psíquico e o aumento da poluição ambiental levam a um comprometimento da circulação e desse modo, tornam-se a principal causa do envelhecimento precoce e o desenvolvimento de doenças.


Por que a Terapia Física Vascular pode ser usada nos casos de doenças?

A terapia BEMER melhora o fluxo sanguíneo, ou seja, a circulação, por meio do fortalecimento da microcirculação de modo que os efeitos se tornam perceptíveis. Apresenta efeitos benéficos fundamentais no alívio das condições patológicas. Sem uma microcirculação com funcionamento adequado não haverá cura ou esta será muito difícil.

A terapia BEMER é uma medida complementar, que auxilia o rendimento e os mecanismos de auto cura do organismo. Ao mesmo tempo, constitui a base para que, tanto os tratamentos médicos convencionais quanto os procedimentos da medicina natural sejam mais efetivos. Isso representa a complementação ideal para todos os procedimentos terapêuticos conhecidos.


A terapia BEMER pode curar doenças?

A terapia BEMER não é uma terapia específica para doenças. Por seu mecanismo de ação na microcirculação, com a melhora do suprimento e retirada de resíduos das células, as mesmas voltam a produzir e a disponibilizar mais energia e assim retomam suas funções (produção) com maior vitalidade. Por meio desse "aumento de produção" e consequente maior oferta de produtos celulares o organismo pode reativar a regulação circulatória. Portanto, o organismo ajuda a si próprio e promove a cura.


Porque recomendamos a Terapia Física Vascular?

A terapia BEMER é indicada para auxiliar o tratamento de condições causadas por, surgidas em conjunto, ou provenientes de complicações da microcirculação comprometida, devido ao movimento vasomotor prejudicado.


Saiba mais sobre a terapia BEMER com um dos representantes da BEMER Brasil, a distribuidora oficial da marca no país. O telefone do WhatsApp é o (41) 98873 2429.

11 visualizações0 comentário