Atleta de SP relata benefícios da terapia BEMER no ciclismo

Afadiga muscular após o treinamento ou condicionamento físico ocorre com muitos atletas quando o fluxo sanguíneo fica abaixo do ideal. Na verdade, isto acontece com qualquer pessoa que pratica esportes, não somente com profissionais. É quando o oxigênio e os nutrientes fornecidos como apoio para o corpo não são liberados com a rapidez necessária. Então, para a recuperação muscular, é preciso que haja o restabelecimento do equilíbrio as células do corpo.

Neste processo, a terapia BEMER ajuda os praticantes de atividades físicas de forma geral, porque atua no sistema circulatório, apoiando o metabolismo no desempenho de suas funções essenciais. Foi exatamente o que aconteceu com a Fisioterapeuta e Educadora Física, Ana Paula Elias, que também é ciclista da equipe de Caetano do Sul, São Paulo. Ela conheceu o aparelho da BEMER Brasil em novembro de 2019, quando buscava uma tecnologia para tratar os seus pacientes. Na época, Ana Paula estava há 8 meses sem treinar e no dia seguinte a uma sessão da terapia, fez um treino de 70 km sem fadiga muscular e sem dor alguma.


“Eu tenho três hérnias de disco; problemas circulatórios; operei duas vezes das varizes e tendo a Síndrome de Raynaud (perda de circulação de sangue dos dedos no inverno). Então a surpresa quando terminei este treino de 70 quilômetros foi enorme

, porque eu não estava sentindo dor nenhuma nas costas e nas pernas. Ou seja, foi um treino sem fadiga muscular, por isto eu fiquei muito feliz. Hoje, uso BEMER com a frequência de 3 a 4 vezes na semana e sempre faço o pré-treino. É um diferencial na minha vida pessoal e como ciclista profissional”, explica.


Segundo a BEMER Brasil, o uso frequente da terapia BEMER trata as dores corporais ao aumentar o fluxo sanguíneo local dos músculos das pernas, resultando em melhora da aptidão física, resistência, força e energia.


Embaixadores da terapia BEMER no esporte

No exterior, a eficiência da tecnologia alemã no esporte é comprovada por atletas de diferentes países e em diversas modalidades. De acordo com a BEMER Group, o penta-campeão Mundial de Esqui, Marc Girardelli, é o embaixador esportivo da marca. O triatleta profissional Lesley Paterson - 5 vezes campeão mundial de triatlo off-road -, também faz uso rigoroso diário do aparelho BEMER para competições internacionais.

“Meu aparelho é uma ferramenta crítica no meu regime de treinamento - aumenta temporariamente o fluxo sanguíneo local nos músculos das pernas para me ajudar a me sentir melhor após o treinamento. Ao melhorar minha força muscular e condicionamento, o BEMER suporta minha aptidão física. Eu levo comigo em todos os lugares”, ressalta.


Em seis meses de terapia BEMER, o melhor jogador de Pickleball do mundo, Tyson McGuffin, viu enorme diferença na energia geral do corpo, assim como maior vitalidade e resistência. “Sinto que o fluxo sanguíneo local melhorado nos músculos das pernas me permite estar fresco no dia seguinte e a dormir melhor”, destaca.

Veja outros atletas que deram depoimentos para a BEMER Group:

- Denise Mueller-Korenek (Ciclista profissional - recordista mundial do Guinness)

- Ben Garland (Jogador de futebol profissional)

- Fred Funk (Jogador profissional de golfe americano)

- Boyd Martin (Hipismo profissional)

12 visualizações0 comentário